Arquivos do Blog

Irmãos: inimigos e/ou amigos

Uma parte significativa da cultura ocidental relaciona-se com a Bíblia como uma tradução divina/simbólica/romanceada/histórica do início da nossa cultura. Mesmo quem não acredita na inspiração divina dos escritos deve considerar que a compilação faz eco emocional nos indivíduos, caso contrário, não sobreviveria com tamanho status. No seu primeiro livro, Genesis, quando só existiam dois irmãos, Caim matou Abel. Na sequência, Jacó comprou/roubou a primogenitura de Esaú e teve que fugir para não ter o mesmo fim de Abel. Mais para o final do Genesis, os irmãos de José, comercialmente mais evoluídos, resolveram vende-lo ao invés de mata-lo.

As primeiras manifestações fraternais bíblicas dão subsídio para a expressão freudiana que “o ódio antecede o amor”, ou a de Pitigrilli que escreveu: “eram pior que inimigos, eram irmãos”. Na história e nas estórias, nos hospitais e cemitérios, nas festas e nos tribunais são vastas demonstrações afetivas extremadas entre irmãos. Nestas relações encontramos o pior e o melhor do humano.

Gostaria de dividir uma tese que advogo. Vamos pegar os três exemplos do Genesis, Caim matou Abel porque sua oferenda foi preterida. A questão da primogenitura entre Esaú e Jacó eram os privilégios de herança. José era o predileto de Jacó. Nas três situações, os pais – reais ou simbólicos, no caso, Deus – estavam envolvidos. Eles detinham uma cota de amor, de predileção, de valoração, de herança etc. que seria – ou foi – distribuída. Os Pais estavam no meio, portanto, os irmãos não tinham atingida a condição de terem uma relação de afeto sem intermediários.

Identifico uma tendência, quando os irmãos conseguem construir uma relação na qual os pais não estão no meio, predominam afetos positivos ou certa distância, mas o ódio, a rivalidade, as disputas são menores. Quando os pais seguem sendo intermediários, é porque as relações permaneceram num nível mais infantil e, portanto, permanecem as rivalidades, segue discutindo-se quem mamou mais, quem ganhou ovo de páscoa com mais bombons dentro, quem teve o quarto mais espaçoso, quem ficou mais tempo sentado no colo do pai etc. Estas questões reaparecem potencializadas nas disputas por heranças, onde com frequência os sentimentos de injustiça buscam uma última compensação.

Os pais podem ajudar a melhorar qualidade das relações fraternais se precocemente estimularem a ambos resolverem as questões entre eles. Se abstendo de intermediações desnecessárias, não estimulando rivalidades, evitando comparações e não se deixando chantagear pelo famoso “você gosta mais dele do que de mim”. Um complicador é quando os pais não elaboraram as suas questões fraternais, eles passam a ter mais dificuldades de saírem deste papel, ou porque se identificam com um dos filhos, ou porque acham que não serão injustos como os seus pais, e aí acabam por serem muito proativos nas relações entre os filhos.

Acredito que a relação com predomínio amoroso entre irmãos é favorecida quando cada um elabora a sua relação com os pais internos e assim deixa de depender da predileção/herança/aprovação/demonstração de amor dos pais externos. Neste momento, o irmão deixa de ser o inimigo na disputa escassa cota de amor. Assim ficam livres para desenvolverem uma relação construtiva, amorosa, sem as rivalidades infantis.

Sinceramente, não sabia que existia dia do irmão, como nestes dias enfatiza-se os aspectos positivos das relações, preciso relembrar que o mesmo Genesis descreve o perdão/reconciliação de José e seus irmãos e o segundo livro bíblico começa com Miriam salvando o irmão Moisés. Na primeira situação todos já eram mais maduros e era o pai que dependia deles. Na segunda, a irmã era bem mais velha que o Moisés recém-nascido. Vou parar antes de começar a torturar os fatos para eles confessarem o que quero, e desde que minha irmã desmaiou numa sessão de estrangulamento após ela quebrar o Fischer – o botão artilheiro do meu Botafogo – prometi que nunca mais faria isso.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.088 outros seguidores